Hospital do Coração

Campanha no Calçadão marcará Dia Mundial sem Tabaco em Londrina

  • Campanha no Calçadão marcará Dia Mundial sem Tabaco em Londrina

    Dados da Organização Mundial da Saúde (OMS) indicam que, anualmente, seis milhões de pessoas morrem no mundo por causa do cigarro. Dessas, em torno de 600 mil não são fumantes e se tornam vítimas da fumaça alheia.

     

    A OMS considera o tabagismo uma verdadeira epidemia mundial e estima que o número de mortes que ela causa chegará a oito milhões até 2030, caso providências sérias não sejam tomadas pelas autoridades de saúde.
    Uma das ações promovidas pela OMS com o intuito de diminuir o número de mortes causadas pelo cigarro é o Dia Mundial sem Tabaco, que acontece sempre em 31 de maio.
    Neste ano, a equipe do Hospital do Coração de Londrina, em parceria com a Sociedade Brasileira de Pneumologia e a Sociedade Paranaense de Cardiologia, fará uma manhã de conscientização sobre os males causados pelo cigarro.
    O evento será no Calçadão de Londrina (Avenida Paraná entre as ruas São Paulo e João Cândido), no sábado (31), das 9h às 12h. Médicos, fisioterapeutas, nutricionistas e enfermeiros orientarão fumantes e pessoas que convivem com tabagistas sobre a importância de parar de fumar.
    Serão realizados, gratuitamente, exames de espirometria para tabagistas e avaliação do grau de dependência da nicotina, além da distribuição de material educativo para ajudar os fumantes a se livrarem do vício do cigarro.
    Na ocasião, o Hospital do Coração de Londrina também lança oficialmente o seu programa intitulado "Ambiente 100% Livre da Fumaça do Cigarro", que visa transformar todas as dependências do hospital em áreas livres de substâncias fumígenas.
    Abaixo, mais dados da Organização Mundial da Saúde sobre a epidemia de tabagismo:
    - No século 20, cem milhões de pessoas morreram em decorrência do uso do tabaco. Se a tendência atual for mantida, no século 21 serão registradas aproximadamente 1 bilhão de mortes por causa do tabagismo.
    - Não há um nível seguro de exposição à fumaça do cigarro alheio. Ela contém más de 4 mil produtos químicos, desses ao menos 250 são nocivos à saúde humana e mais de 50 causam câncer.

    Fonte: Organização Mundial da Saúde

    Comentar
    Nenhum comentário postado

Comente aqui

Imprensa

Caro Jornalista, entre em contato com nossa assessoria de comunicação para mais informações, levantamento de dados, envio de material e solicitações de releases.

Wilhan Santin
Jornalista - Assessor de Comunicação